Header Ads

Óscares 2016 - Antevisão | Melhor Ator e Melhor Atriz


Chegou o fim-de-semana mais aguardado da indústria cinematográfica. Pela 88ª vez, Hollywood veste-se de gala para uma nova edição dos Academy Awards. A poucas horas de serem conhecidos os vencedores nas várias categorias, o Fantastic TV convida-o a conhecer as nossas apostas. Bem-vindo à Antevisão dos Oscars.

MELHOR ATRIZ: Brie Larson em Room

Terceira parceria, terceira nomeação. "Em equipa vencedora não se mexe", um lema que tem marcado a carreira de Jennifer Lawrence que ao lado de David O. Russel consegue a sua quarta nomeação, caso para dizer que a protagonista da saga The Hunger Games tem "queda" para a coisa. Este não será, certamente o ano da atriz mas sim de Brie Larson, cuja a personagem pela qual está nomeada, curiosamente, tem o mesmo nome que a de Jennifer, Joy.

Com uma história apaixonante e intrínseca, Brie parte com vantagem para a estatueta dourada. Room tem uma das melhores performances do ano e em muito se deve à cumplicidade da atriz com o jovem Jacob Tremblay. 

Ao lado de Brie, surge Saoirse Ronan com o seu conflito interno entre família, amor e trabalho em Brooklyn. A jovem que teve a sua primeira nomeação com Atonement em 2007 regressa à gala mais badalada do cinema com um honroso segundo lugar na categoria.

Cate Blanchett é a senhora que se segue numa história em que mais do que falar sobre a aceitação da homossexualidade, desperta o espectador para a sua luta pela custódia da sua filha. Cate surge irrepreensível e apesar não ser, à partida, a provável vencedora tem certamente um dos melhores desempenhos da sua carreira em Carol.

A fechar o painel, Charlotte Rampling estreia-se nas nomeações com 45 Years. Um filme onde nada é contado mas tudo é dito. A linguagem corporal é a "chave" do sucesso da longa-metragem que traz o reconhecimento da Academia pelo trabalho da atriz britânica.

MELHOR ATOR: Leonardo DiCaprio em The Revenant 

Acabou a espera. Este é o ano de DiCaprio que ao fim de cinco nomeações, como ator, vai receber a estatueta dourada pelo papel de Hugh Glass em The Revenant. À semelhança de Charlotte Rampling, também a linguagem corporal é o "segredo" do protagonista num filme que pelos locais de rodagem já deixa adivinhar as dificuldades do elenco. Este é o melhor papel de Leonardo DiCaprio? Bem, provavelmente não mas é um reconhecimento há muito merecido de um dos atores mais versáteis da cena cinematográfica. 

E quando Hollywood tem um filme sobre... Hollywood? O que acontece? Bryan Cranston é o protagonista de Trumbo, onde dá vida a um dos argumentistas de uma das eras mais negras da história da cinematografia em que as convicções politicas se misturavam com as tramas e influenciavam a audiência. Na pele de Dalton Trumbo, Bryan é um dos mais aclamados pela crítica e por isso talvez seja a variável mais próxima do indiscutível vencedor Leonardo DiCaprio.

Michael Fassbender traz um novo olhar sobre um dos ícones do mundo atual em Steve Jobs. A história que deixa desvendar apenas um pequeno período da vasta carreira do antigo dono da Apple, não é um filme que tenha conquistado a crítica mas nem isso tira a Michael o terceiro lugar na categoria de Melhor Ator.

Sem deixar o seu Oscar descansar, Eddie Redmayne soma um nova nomeação naquele que é um dos filmes mais comentados durante o circuito de premiações. Na pele de Lily em The Danish Girl, Eddie traz um nova transformação depois de Stephen Hawking em The Theory of Everything. Quem viu o filme sabe que a entrega do ator faz por merecer a nomeação e apesar de não repetir a façanha do ano passado, Eddie certamente será nomeado muito mais vezes nos próximos anos.

Matt Damon foi até ao dia do anúncio a grande dúvida no leque de nomeados. A dividir as atenções com Johnny Depp em Black Mass, o protagonista de The Martian consegue a sua nomeação depois de ter vencido o Globo de Ouro como melhor ator de comédia. Apesar de despertar poucos sorrisos, Matt conquista o lugar com mais uma trama em que é salvo.

Amanhã a antevisão continua nas categorias de Melhor Ator e Atriz Secundária, terminando à noite com as nossas apostas para o vencedor de Melhor Filme. Continue a acompanhar-nos. 

Oscars'16 | Antevisão,
Ricardo Neto


Sem comentários