Header Ads

test

Segunda Opinião | Juntos à Tarde


Depois de Grande Tarde ter falhado a sua missão - subir as audiências de Boa Tarde- a SIC voltou a mexer os "cordelinhos" e a revolucionar o horário diurno. Assim, o Juntos à Tarde estreou a 1 de março, com João Baião e Rita Ferro Rodrigues.

O formato surgiu com novas rubricas, novo cenário (apesar dos vários elementos que ficaram do Grande Tarde) e nova apresentadora, visto que Rita Ferro Rodrigues estava afastada deste horário desde 2009, altura em que terminou a sua participação em Contacto.

Com este programa, a SIC parece ter tentado “apenas” melhorar o que estava mal no Grande Tarde. A começar pela apresentadora, que apesar de demonstrar um bom trabalho, não conseguiu cativar o público.

Andreia Rodrigues passou de formatos como Fama Show ou Gosto Disto para apresentadora de um talk show diário, uma enorme mudança na sua carreira. O esforço e dedicação a este projeto foram visíveis, mas faltou-lhe apenas mais experiência e à vontade neste formato.

As rubricas também foram outro dos aspetos que a SIC tentou alterar e, apesar de não serem nada de novo em televisão, o canal esforçou-se. No Juntos à Tarde, teremos mais rubricas, como a "Nutrição", "Sinais da Verdade" e "Histórias de 4 Patas". Com temas mais diversificados, tentam abranger o máximo de público possível.

Contudo, está a olhos vistos que "Sinais da Verdade" é a cópia de a "Máquina da Verdade" da TVI, o que acaba por resultar numa ideia muito fraca. Também "Olh' ó Baião" é um espaço com muitas semelhanças com o do Agora Nós, onde cada apresentador tem uma rubrica sua.

Rita Ferro Rodrigues e João Baião já trabalharam juntos em Portugal em Festa e é notável a sua cumplicidade. Foi bom a SIC ter trazido de novo a Rita para estes programas, pois é uma apresentadora muito querida pelo público e além disso tem muita energia, tal como João Baião. Ainda assim, um pouco mais contida, parece ser o equilibrio perfeito para evitar “certos exageros”.

Juntos à Tarde não é nada de inédito na televisão, mas se for bem trabalhado pode resultar e tem tudo para roubar a liderança à TVI. Para já, a apresentadora já prometeu menos “760” e mais espaço para conversas. Seria bom vermos mais concorrência nas tardes, pois o público merece isso. Quanto às audiências, o programa começou tímido mas nada garante que assim continuará. No mundo da televisão, tudo está em constante mudança. Será que o Juntos à Tarde é o programa que realmente faltava na grelha da SIC?
 Segunda Opinião -  76ª Edição
Por Filipe Vilhena
Uma rubrica em parceria com o Diário da TV

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.