Top Ad unit 728 × 90

Últimas

recent

Vale do Fim | Capítulo 29 (Parte 2)

 
Também disponível no Wattpad em http://goo.gl/uVVbsb 

Capítulo 29 - Um Amor Indescritível (Parte 2)

Alina passava os dias a olhar para a única fotografia que tinha do seu filho. A única que tirara no único dia que o tivera consigo. Passaram cinco meses desde então, mas a tristeza de o ter perdido novamente, essa não passara e cada vez ocupava mais espaço no seu coração. Desde que George o levara naquela tarde que Alina passava grande parte dos seus dias deitada na cama a olhar para a foto de Adão. Em quase todas as vezes que olhava para ele as lágrimas saiam dos seus olhos. Era mais forte que ela, era impossível ela conseguir evitar. Os membros de uma família deviam ajudar-se uns aos outros, mas a sua família parecia diferente. O seu pai começara tudo com a injecção de algo no seu corpo que permitiu aos seus tios usá-la para criar algo completamente bizarro. Se não fosse o seu amor por Artur e a sua esperança vã de conseguir ter o seu filho nos braços ela provavelmente tinha deixado de lutar contra a sua misteriosa doença.
    As transfusões de sangue eram feitas de quinze em quinze dias nos primeiros dois meses após a primeira transfusão. A partir daí os indícios da doença começaram a voltar com mais rapidez. Adão tinha avisado sobre isso quando realizara a primeira doação. Tinha acontecido o mesmo a Edgar, ela não seria diferente. Ele tinha deixado alguns frascos de sangue com ela. Alina sabia que ele era especial, mas pensava que o sangue era fundamental no organismo de qualquer ser vivo, e tirar tanto sangue do seu filho podia matá-lo. Ele explicou que o seu sangue não tinha qualquer grupo sanguíneo por isso podia ser partilhado com qualquer ser humano e que o organismo conseguia fazer com que recuperasse o sangue que perdera em minutos. Aquele rapaz seria um milagre se não estivesse nas mãos erradas, era tudo o que Alina tinha a certeza.
    O problema que pairava na sua cabeça e na de Artur era apenas um, o ultimo frasco tinha sido aberto. Tinham-se passado cinco meses, o sangue não iria durar muito mais, quanto muito pouco mais de quinze dias. Os sintomas da doença começaram a surgir com intervalos de tempo muito menores no mês que passara, desde esse momento que era necessário administrar o sangue do seu filho uma vez por semana. Alina abriu o frigorífico e olhou para o frasco. Ao olhar para ele não pôde de deixar de se assemelhar a um vampiro. Era o que lhe vinha a cabeça quando via uma área cheia de frascos com sangue na sua geladeira.
    Artur contara-lhe sobre o pai de Luna, que ele conhecia Santiago e que estava ali para ajudar. Ele pedira ao homem para contactar Santiago, ver se havia forma de trazer sangue para que ela não voltasse a ter uma recaída. Essas preces não tiveram sucesso. Renato contactou o jovem cientista e ele explicou-lhe que não havia qualquer tipo de hipótese disso acontecer. Ele estava proibido de ver Adão, o quarto dele estava protegido e com maior segurança, era impossível ele o visitar e tirar sangue, a não ser em doses pequenas para Edgar.
    Como estava sozinha em casa, aproveitou para se deitar no sofá, no aconchego da sua manta a assistir a um pouco de televisão. Foi a meio de um talk-show que dava por aquela hora que a emissão fora interrompida. Estava a acontecer algo que os órgãos de comunicação precisavam anunciar sem tempo para esperar que fosse a hora dos blocos noticiosos. Alina levantou-se de imediato, um aperto fez com que levasse a mão ao coração.
    - Adão! – Foi tudo aquilo que saiu da sua boca.
Vale do Fim | Capítulo 29 (Parte 2) Reviewed by Fantastic on 19:00:00 Rating: 5

Sem comentários:

All Rights Reserved by Fantastic - Mais do que Televisão © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Fantastic. Com tecnologia do Blogger.