Header Ads

"Ministério do Tempo" estreia dia 2 de janeiro na RTP1

 
Ministério do Tempo é o nome da nova produção da RTP1 que estreia a 2 de janeiro. A série será emitida às segundas-feiras, pelas 21h00.

A série acompanha o recrutamento pelo ministério de três personagens em três épocas diferentes:, Amélia Carvalho (primeira mulher portuguesa a entrar numa universidade), Afonso Mendes de Noronha (Cavaleiro Português do Século XVI) e Tiago Silva, paramédico do Mundo atual.

Mariana Monteiro, João Craveiro, Sisley Dia, Filomena Cautela, António Capelo e Sara Barros Leitão são apenas alguns dos atores que compõem o elenco.

Leia, de seguida, a sinopse oficial:

“A máquina do tempo não existe. O que existe são as portas do tempo!” 
Se Salvador (António Capelo) te diz esta frase, o teu destino está traçado. Passas a trabalhar para o ultrassecreto Ministério do Tempo. E viajar ao passado vai-se tornar mais fácil e natural do que ir ao café da esquina.
Na mesma época em que os marinheiros portugueses davam novos mundos ao mundo, D. João II ficou a conhecer o incrível segredo das Portas do Tempo. Para as gerir criou o Ministério do Tempo. E atribuiu-lhe uma única missão: Garantir que ninguém viaja ao passado para alterar o presente.
O Ministério do Tempo mantém-se aberto até aos nossos dias. É o grande segredo do Estado Português. A sua existência passa da boca de uns poucos eleitos para os ouvidos de outros. Apenas os melhores e mais úteis são chamados para trabalhar no Ministério do Tempo. Um local onde os colegas de trabalho tanto podem ter crescido connosco, como ser amigos de infância de D. Afonso Henriques.
Recrutando os melhores agentes em todas as épocas, Salvador está a criar uma nova patrulha intertemporal:
Amélia Carvalho ( Mariana Monteiro) nasceu a 5 de janeiro de 1871 e tem 23 anos. É a primeira mulher a estudar na Universidade de Coimbra. Sente-se deslocada no seu tempo. Não pertence ao século XIX. Quer trabalhar, quer usar a sua inteligência em algo mais do que chás e saraus da alta burguesia. Quando o Ministério lhe oferece a oportunidade de trabalhar no século XXI, onde as mulheres têm oportunidades com que Amélia pode apenas sonhar, ela não hesita. Vai ser ela a líder da nossa patrulha intertemporal.
Afonso Mendes de Noronha ( João Craveiro), 43 anos, é um homem duro. Habituado a guerras e batalhas… do século XVI. Depois de ser vitima de uma terrível intriga na corte, o rei D. João III condena-o à morte.  Horas antes da sua execução, Afonso recebe uma proposta do Ministério do Tempo. Poderá viver, desde que se mude para o século XXI e nunca mais contacte a sua mulher.  É ele quem vai salvar a patrulha, e muitos dos heróis da nossa história, em momentos de maiores dificuldades.
Tiago Silva ( Sisley Dias) é um técnico do INEM… de 2016. Nasceu em 1986 e, apesar de ter apenas 31 anos, já tem uma longa e triste história de vida. Casou cedo com Mariana, a sua paixão de adolescente. E enviuvou em 2013. Tiago não consegue, nem quer, esquecer o amor da sua vida. Quando o Ministério do Tempo o contacta, Tiago é conhecido no meio da Proteção Civil como alguém sempre pronto para as missões suicidas. Tiago, ao saber que as viagens ao passado são possíveis, aceita trabalhar para o Ministério. Afinal, é no passado que está a sua mulher. Graças às Portas do Tempo, Tiago pode visita-la. E quem sabe, talvez consiga salvá-la do terrível acidente que a matou há três anos.
Quem trabalha directamente com o secretário geral do Ministério, é Ernesto (Luís Vicente), o responsável de segurança, e Irene (Andreia Diniz), a super-agente, secretariados pela eficientíssima Maria dos Prazeres (Carla Andrino). Os nossos heróis vão viver inúmeras aventuras, espalhadas pelos quase nove séculos da nossa história, vão conhecer os nossos maiores heróis e, também, vão acabar por se conhecer melhor a eles próprios.
Nesta emocionante e divertida série de televisão, vamos semanalmente viajar ao passado. Nas missões cruzamo-nos com grandes nomes da nossa história. Nuno Alvares Pereira, Camões, Afonso de Albuquerque, D. Afonso Henriques, Fernando Pessoa, Ribeirinho, Vieira da Silva, e muitos mais, vão saltar das páginas dos livros de história, e viver aventuras ao lado da patrulha intertemporal do Ministério do Tempo.

Sem comentários