Header Ads

"The Young Pope" estreia no TV Séries


Um homem. Um Papa. Um pecador. Um santo. Esta é a história de Pio XIII, o primeiro Sumo Pontífice americano e o mais jovem de sempre. O Papa que não era suposto ter sido eleito, mas que quando chegou à cadeira de São Pedro se equiparou a Deus. 

Ninguém esperava que o jovem cardeal americano Lenny Belardo (Jude Law) obtivesse fumo branco no conclave para eleger o novo Papa. O mundo esperava que o Sucessor de Pedro fosse o Cardeal Michael Spencer (James Cromwell), mas o secretário de Estado do Vaticano, o Cardeal Voiello (Silvio Orlando) colocou o jovem Belardo no topo da hierarquia da Igreja Católica. Voiello acreditava que um homem com menos de 50 anos seria muito mais fácil de controlar e manipular como uma marioneta. O facto de ser bem-parecido só funcionou como mais um benefício, numa altura em que a Cidade do Vaticano até possui um departamento de marketing, liderado pela sensual Sofia Cécile de France).

Contudo, a aparente pacatez de Lenny Belardo cedo se esfumou, a começar logo pela escolha do nome, Pio XIII, que traz à memória o Papa Pio XII, que liderou imperturbável a Igreja durante o período nazi. O novo papa acredita ser Deus e vai agir como tal. Mas ao contrário do seu Criador, Pio XIII é arrogante, petulante e insolente, homem de pecados bem terrenos, mas que elegeu como seus inimigos os cardeais e toda a instituição que agora comanda. Pio XIII apenas se aconselha com a Irmã Maria (Diane Keaton), que o criou num orfanato nos Estados Unidos e que conhece por isso mesmo todas as suas fraquezas. A presença da freira nas mais altas instâncias do Vaticano são uma afronta ao Cardeal Voiello, o secretário de Estado da Cidade do Vaticano que se comporta como um pequeno rei que ninguém controla, quanto mais não seja porque ela é uma mulher e as mulheres não têm espaço no topo da hierarquia da Igreja Católica. Poderá a Igreja Católica, uma das mais antigas instituições do mundo sobreviver a uma revolução que começa no seu interior? 

The Young Pope, uma estreia para refletir a 6 de novembro, no TV Séries. 

Sem comentários