Header Ads

Saídos da Rádio | Farra Fanfarra



Seja bem-vindo a mais uma edição do Saídos da Rádio, a rubrica do Fantastic onde damos a conhecer novos talentos da música portuguesa. Nesta oitava edição da segunda temporada, a Farra Fanfarra são os nossos convidados.

Originário de Lisboa, o coletivo Farra Fanfarra é composto por músicos dos quatro cantos do Mundo. Sopros, percussão e um mestre-de-cerimónias numa loucura sem Fronteiras. Música, humor e circo numa mistura explosiva para momentos cheios de ritmo e diversão.

ENTREVISTA

Farra Fanfarra é um coletivo composto por músicos de várias partes do mundo. De que forma se deu este encontro e como é que tudo começou?
Lisboa é uma cidade cosmopolita e o mundo da música é pequeno. Os músicos de sopro e de percussão começaram a juntar-se facilmente por quererem formar uma fanfarra.

O humor e o espírito circense são dois dos elementos chave da vossa música. De que forma este ritmo influencia o vosso trabalho? Que tipo de instrumentos predominam na vossa formação? 
Um músico que faz parte do coletivo precisa de envolver-se musicalmente, mas também na animação. Nesse sentido, os instrumentos principais são o Souzaphone, Tuba, Percussão, Saxophones, Trompetes e Trombones.



Em 2016 celebram dez anos de música na rua. Já percorreram o mundo, atuando em sítios tão distantes como carrinhas, descapotáveis, desfiles ou grandes palcos. Qual a mais valia desta itinerância musical?
Por haver concertos e animações tão diversos, cada espetáculo torna-se um evento único. Ganhar o primeiro prémio no concurso de Haizetara em Espanha, neste ano de 2016, foi um momento muito importante para o coletivo. Tal como também foi a tour nos Estados Unidos em 2015, onde a Farra Fanfarra tocou durante 10 dias em sítios diferentes.


O Funk, o Jazz, a Disco, o Punk, os ritmos Latinos e os Balcânicos são o resultado do vosso projeto. Como é que o público vos recebe enquanto coletivo?
Somos sempre muito bem recebidos em qualquer evento. Desde o início que a banda começou a conquistar o público.

No final de junho participaram no Haizetara - Concurso Internacional de Música de Rua, em Amorebieta. Como surgiu a oportunidade de participar neste evento? 
O festival Haizetara é um concurso conhecido. Existem mais bandas portuguesas que já participaram nos anos anteriores, como os Kumpania Algazarra e Bizu Colective. É necessário fazer uma inscrição e ser convocado.


Ao longo de três dias puderam atuar e ouvir outras bandas e coletivos, sempre com a música de rua como pano de fundo. O que trouxe esta experiência de novo para os Farra Fanfarra?
Cada experiência é única. Esta experiência foi uma de diversidade e de bom espírito entre as bandas de vários países.

No final, acabaram por vencer o Concurso, trazendo o primeiro lugar para Portugal. O que nos podem dizer sobre este momento de consagração? 
O nosso objetivo de participação era ganhar o primeiro prémio, mas numa competição entre grupos musicais e dr teatro tudo pode acontecer. Na entrega dos prémios ficamos super contentes. Quando voltamos a Portugal fizemos uma grande festa na nossa sede de associação para todos os sócios.

Foram o primeiro coletivo português a trazer este prémio internacional para casa. Que outros prémios ou menções já tinham recebido ao longo da vossa carreira? Consideram este o mais importante? 
Sem dúvida que este prémio foi o mais importante por ser internacional. Já ganhamos também o primeiro prémio no festival Braço de Ferro em Lisboa, onde só participaram, até agora, bandas nacionais.




Este ano lançaram ainda um novo videoclip, da música “Jump Around”, um original dos House of Pain. Porquê a escolha deste tema? 
A banda gosta de misturar vários estilos de música, como é o caso do hip hop, para vermos o público a saltar. Nesse sentido, escolhemos fazer uma versão do "Jump Around".

Depois da vitória, sentem que a vossa responsabilidade aumentou? O que podemos esperar dos Farra Fanfarra nos próximos tempos? 
 A responsabilidade mantém-se. Farra Fanfarra vai continuar a conquistar os corações do público seja onde for.

Saídos da Rádio - T2 | Edição 8
Setembro de 2016
Convidado: Farra Fanfarra
Entrevista: André Pereira

Sem comentários