Header Ads

“Love on Top” desperta interesse no mercado internacional



Depois da terceira e última edição do Love on Top chegar ao fim, alguns países já mostraram interesse em adquirir o formato original da TVI. Estados Unidos e Áustralia, dois dos maiores países produtores de formatos do género, são um exemplo. 

No ar desde abril, o programa apresentado por Teresa Guilherme nunca chegou a alcançar bons resultados e a última temporada tem perdido pontualmente para a concorrência. Ainda assim, o mercado internacional mantém a intenção de comprar o programa e produzir novas versões.

Alemanha, China, Itália, Dinamarca e França são outros dos países que pretendem estrear versões nacionais do Love on Top. À revista Sexta, Bruno Santos revelou que existe interesse nas negociações, mas salientou que as mesmas não são fáceis. “Não se vende de um dia para o outro. É preciso ter paciência”, explicou.

Sem comentários