Top Ad unit 728 × 90

Últimas

recent

Vale do Fim | Capítulo 8 (Parte 3)

Também disponível no Wattpad em http://goo.gl/uVVbsb
Para ler, todas as segundas, quintas e sábados

Capítulo 8 - Projecto CM (Parte 3)

Vale do Fim, 2016

Fazia calor naquela manhã de final de Primavera. Alina dirigiu-se até ao barracão. Tinha de falar com August, ele tinha de saber o que se estava a passar, ele tinha de saber que Artur sabia que ela era um projecto do PastFuture. Viktor encontrava-se à porta de entrada. Como sempre, mostrou-se bastante preocupado e dedicado em saber como ela se encontrava. Viktor fora o primeiro membro da nova equipa de August depois do ocorrido com George. Lembrava-se do primeiro encontro entre os três. Haviam-se passado sete meses depois de terem chegado a Inglaterra. August tinha começado tudo do zero. Não tinha grupo de cientistas que necessitava para aquele que dizia ser o projecto que iria mudar a sua vida. Viktor era um estudante da Universidade de Cambridge. Alina descrevia-o como o típico nerd que todos os dias trazia artigos científicos consigo, mas sempre gostara dele. August também. Ele era uma pessoa de confiança e quando foi abordado pelo cientista mais velho ele não hesitou nem um pouco para que aceitasse viajar pelo mundo em busca da inovação que o homem procurava. Quando soube que se iriam deslocar para Portugal foi o primeiro a começar a sua integração ao idioma. Ele era um génio, um génio equiparado a August e a George, mas tinha algo que os dois não tinham, uma grande ingenuidade. Essa sua inocência podia ser a sua perdição. O mundo não era para os inocentes, Alina sabia disso, e sabia que George os procurava, ou pior, sabia onde eles se encontravam e podia tentar estragar todos os planos de August e fazer-lhe mal a ela. Ele podia controlar a sua mente e mandá-la fazer qualquer coisa para destruir todos os envolvidos no projecto MG, se eles pudessem ser descartados por ele. Não sabia o que ele tinha em mente, mas tinha medo do que poderia ser. Não imaginava perder Artur, não se imaginava sem ele. Quem diria que tudo tinha começado por um plano de August. August dera-lhe uma foto dele e disse-lhe que ela teria de se aproximar dele, seduzi-lo, mas não se apaixonar. Mas foi difícil para ela. Sempre fora uma mulher carente, e Artur deu-lhe toda a atenção que ela necessitava.
Alina percorreu o corredor que levava até ao escritório de August. Ainda se lembrava do barracão completamente vazio e abandonado. Foram precisos três meses para montarem as pequenas salas de experimentos. A equipa de cientistas era pequena, apenas dez, por isso não era preciso nada de muito espaçoso. August contratou alguns homens para fazer as obras. Com paredes feitas em pladur, criou no espaço várias divisões, salas para os mais diversos projectos. Tinham todas dimensões semelhantes, excepto uma, que tinha uma dimensão muito maior. Chamava-se a sala do conhecimento e era apenas usada para as experiencias mais arrojadas. A grande sala redonda era o ex libris de August. Não era exclusiva daquele novo laboratório, todos os laboratórios que tinham a mão de August o tinham. A sala causava-lhe arrepios. Era a mais semelhante com a que existia no laboratório viajaram até à Escócia, quando toda a equipa estava reunida. Nessa altura Alina era colocada na sala do conhecimento e August a observava pelo grande vidro espelhado. Apenas August a via, ela apenas o ouvia. Ele dava-lhe ordens, e ela, sob efeito do soro e dos comprimidos administrados obedecia. Lembra-se bem da primeira vez que entrou naquela sala. Logo de seguida surgira um coelho e ela percebeu, mesmo sem August lhe ter dado ordem alguma, a utilidade que iria ter a navalha que os cientistas lhe deram. Ela era incapaz de matar um animal, August provavelmente sabia disso, por isso a ordem foi matá-lo. Tal como no inicio, tentou resistir à ordem mas a sua cabeça latejava e doía-lhe por isso deixou de mostrar resistência e seguiu na direcção do coelho abrindo-lhe a pele com a faca e retirando as entranhas do animal e exibindo-as ao seu tio. Sentiu náuseas ao fazer aquilo, mas não tinha outra hipótese, não conseguia lutar com algo que não podia combater.
Antes de entrar no escritório de August, Alina recordou mais uma vez os tempos que passara com ele. A cumplicidade entre eles crescera exponencialmente naqueles cinco anos que estiveram juntos. Ela idolatrava-o. Ele nunca a obrigava a matar ninguém, o coelho tinha sido um caso isolado. Ele nem sequer lhe dava qualquer tipo de ordens, o que Alina estranhou ao inicio, mas ele explicou-lhe que não precisava de a controlar George é que queria isso, ele não. Ela compreendeu, August era um homem pacífico, não tinha interesse em fazer nada pelo mal de quem quer que fosse.
Bateu à porta e aguardou que August lhe respondesse.
- Precisamos falar! – Disse-lhe quando ele deu licença para entrar. – Aconteceu uma coisa ontem à noite! O Artur sabe que eu sou o Projecto CM! Porque não me contaste, quando mostraste a foto dele, que ele era uma das cobaias do Projecto MG?
- Calma Alina, estás muito nervosa! – August continuava impávido e sereno, como se tivesse delimitado tudo aquilo. – Porque razão me deveria preocupar com o facto do Artur saber que tu és a cobaia de um projecto. Já pensaste que nem tu sabes o que realmente está a acontecer?!
As palavras de August ecoavam na mente de Alina. Ele tinha razão, ela não sabia porque razão ele queria que ela o seduzisse.
- És mesmo tu August? Ou és tu George? – Alina estava a ficar com medo de descobrir a resposta. Eles eram iguais, não haviam diferenças nas expressões e nas faces de ambos, George podia muito bem ter tomado o lugar do irmão para conseguir algo que ele não quisesse.
O homem levantou-se e dirigiu-se até à cadeira onde ela se encontrava sentada.

- Olha para mim de alto a baixo! – Ordenou-lhe, e ela, sob efeito do Projecto CM, rapidamente obedeceu.
Olhou-o e viu o mesmo homem de sempre.
- Sou eu Alina, o mesmo August de sempre! Se ficas mais descansada vem cá com o Artur, eu falarei com ele.

Fim do capítulo 8
 Vale do Fim - Capítulo 8 (Parte 3)
Por Ricardo Reis


Vale do Fim | Capítulo 8 (Parte 3) Reviewed by Fantastic on 19:40:00 Rating: 5

Sem comentários:

All Rights Reserved by Fantastic - Mais do que Televisão © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Fantastic. Com tecnologia do Blogger.