Header Ads

Os Exclusivos SIC - Edição 4 | "A liderança da SIC"


Numa altura em que a SIC se prepara para apostar numa nova novela para a segunda faixa do horário nobre, a lista de atores exclusivos do canal continua a crescer. Ao longo de quatro especiais, o Fantastic recorda o percurso das caras exclusivas da estação, ao longo dos últimos 10 anos. Bem-vindos ao Os Exclusivos SIC.

Edição 4 - A Liderança da SIC

O remake da novela brasileira Dancin’ Days traz de volta Pedro Lopes e as estrelas Custódia Gallego, Joana Santos e João Ricardo, além do regresso de Soraia Chaves à SIC após o fim do contrato de exclusividade com a estação. Com um elenco que reunia poucos exclusivos, muitas das estrelas acabaram por abandonar o canal logo após o fim das gravações, casos de Cristina Homem de Mello, Albano Jerónimo ou Maya Booth.

A estreia de Sol de Inverno acaba por não dar descanso para o Pedro Lopes. A novela foi protagonizada por Rita Blanco e Maria João Luís, num elenco em que figuravam ainda Rogério Samora, Inês Castel-Branco, Cláudia Vieira, Diogo Morgado, Andreia Dinis e Diana Chaves, algumas das maiores estrelas do canal três.

 

Andreia Dinis e Inês Castel-Branco perderam os contratos, mas ganharam novos projetos, a primeira em Poderosas e a segunda, sem descanso, com Mar Salgado, onde se cruzou com Ricardo Pereira, José Fidalgo e Joana Santos. O sucesso da personagem na trama piscatória fez com que a SIC voltasse atrás na decisão e voltasse a assinar com Inês Castel-Branco, um dos destaques da trama no papel de Tina. Também Margarida Vila-Nova, outrora uma das “figuras de proa” da TVI garantiu a sua presença em projetos futuros da estação.

A história de Inês Gomes destaca-se como a trama com melhor desempenho audiométrico da SIC, e coincide com o regresso de João Baião à estação. O apresentador tinha deixado o daytime da RTP para se juntar à grelha de programação da SIC depois de ter abandonado a estação nos anos 2000. Uma contratação que vem no seguimento do reforço do entretenimento do canal e que acontece pouco mais de um ano após João Paulo Rodrigues ter deixado o canal quatro para integrar as manhãs do canal de Pinto Balsemão.

 

Poderosas marca por sua vez o início da segunda linha de ficção  portuguesa da SIC, com uma narrativa assinada por Patrícia Muller. A aposta há muito desejada concretiza-se num elenco que reúne nos principais papéis algumas das protagonistas de projetos anteriores do canal. Apesar das fracas audiências e da restruturação que a trama sofreu depois da autora se afastar para cuidar da sua filha, a ordem é para que se mantenha a aposta na segunda faixa horária de produção nacional.

Com esta justificação, Gabriela Sobral anunciou a contratação em regime de exclusividade de algumas caras do canal: Joana Ribeiro, Maria João Luís, Vitória Guerra e Luciana Abreu, que volta a ter contrato com o canal depois de o ter perdido em 2009.

Numa altura em que a contratação de Sara Matos é uma certeza, a SIC vê Joana Santos romper a sua ligação devido ao cansaço e exigência das suas últimas personagens, apesar de manter um “acordo de cavalheiros” em como voltará a participar em futuros projetos.
 

Sara Matos é agora o alvo de todas as atenções. A atriz já assinou contrato com o canal e prepara-se para ser uma grande aposta, protagonizando a trama sucessora de Coração D'Ourom depois de anos ligada ao canal da Media Capital e onde protagonizou Morangos com Açúcar, Anjo Meu, Doida Por Ti e O Beijo do Escorpião. Com apenas seis anos de carreira, a atriz é uma das mais desejadas estrelas da nova geração e um grande retorno em termos de publicidade. Caso semelhante a Cláudia Vieira e Diana Chaves a quando da sua mudança para a SIC.

Resta agora esperar para sabermos se será Sara Matos a décima quarta estrela da SIC que conta, para já, com José Fidalgo, João Ricardo. Joana Ribeiro, Vitória Guerra, Maria João Luís, Luciana Abreu, Ricardo Pereira, Diana Chaves, Cláudia Vieira, Diogo Morgado, Inês Castel-Branco e Margarida Vila-Nova, numa lista que deverá aumentar. 

Os Exclusivos SIC | Edição 4
por Ricardo Neto 

Sem comentários